Brasil e a Rússia de Hoje

 

O Brasil está onde a União Soviética estava em 1980.

Uma economia com um estado quebrado, inchado e ineficiente.

Dominado por intelectuais que nunca trabalharam na vida, e por políticos adesistas e puxa-sacos.

Ainda dominavam a imprensa e as universidades, que mentiam à vontade, como aqui, produzindo narrativas fantasiosas e mentirosas.

Como essa de que não há deficit na previdência.

Mas a partir de 1990, a Rússia além de ter esgotado todo o dinheiro, esgotou também as mentiras possíveis.

No Brasil, a nossa esquerda ainda tem um estoque de mentiras para contar, mas que também estão se esgotando.

Como a defesa dos bandidos, da transexualidade, da pixação artística, do aquecimento global, mas pouco a pouco isso irá desabar como foi na Rússia.

A tragédia é que nossa esquerda, ao contrário da esquerda russa, ainda consegue postergar a nossa queda do muro de Berlim, o que deveria ter ocorrido no Brasil também em 1990, mas elegemos o PSDB e o PT.

Provavelmente, ocorrerá aqui em 2020.

Visitei a Rússia, e posso dizer que o povo russo não quer mais ouvir de esquerda e narrativas falsas, nunca mais.

Estão vacinados. E você?

E a partir de 2020 espero que o Brasil vá ouvir engenheiros, contadores de custos, administradores, advogados contratuais, gestores de private equity, em vez dos sociólogos, economistas, sindicalistas, jornalistas que nos mentiram sem cessar por 50 anos, aqui e na Rússia.

A partir de 2020 serão eles que irão mudar para Portugal e Miami, e não nós.

 

(Lido por 1360 pessoas até agora)

UA-1184690-14