Bolsa Família – O Engodo do Século

 

Quem paga o bolsa família é o próprio beneficiado. O engodo do século.

Não é o Sudeste que paga o bolsa família do Nordeste, como a direita vive espalhando.

Não são os “esforçados” que pagam o sustento dos “preguiçosos” como muitos do PSDB estão afirmando.

Quem paga o bolsa família são os próprios nordestinos.

E não são os nordestinos ricos, são os nordestinos pobres.

Aliás são os próprios beneficiários do bolsa família. Trata-se do golpe de marketing do século, que a imprensa tucana sequer divulga.

Basta ler a lei que criou o bolsa família.

LEI No 10.836, que cria o Programa Bolsa Família e dá outras providências.

§ 3o Serão concedidos a famílias com renda familiar mensal per capita de até R$ 120,00, o benefício variável no valor de R$ 18,00.

Só que quem recebe R$ 120,00 paga 40% de impostos, a carga tributária, ou seja R$ 48,00, em IPI, ICMS, INSS, etc…

E o governo devolve R$ 18,00 destes R$ 48,00 e se gaba de tê-los tirado da pobreza.

Mentira.

O governo os levou R$ 30,00 mais próximo da pobreza.

Brilhante!

 

(Lido por 403 pessoas até agora)

30 Comments on Bolsa Família – O Engodo do Século

  1. Podemos dizer que a maneira de viver da classe média brasileira é ocidental ( nossos olhos estão voltados para os EUA e EUROPA ) , capitalista ( gostamos de trabalhar e receber e usufruir dos frutos do nosso trabalho ) e democrática ( capitalismo e democracia trabalham melhor se estiverem juntos ) . Como cristão não sou contra ajudar os mais pobres e necessitados e se o bolsa família , em um primeiro momento atendeu a essa necessidade , tudo bem ( se lembram da frase do Betiknho ” Quem tem fome tem pressa ? ” pois é mas tudo pode ser melhorado conforme já mencionado nesse espaço pelos colegas participantes . Minha crítica começa sobre discurso usado pela Dilma de que os governos geram empregos , postos de trabalho e isso é não é verdade pois quem gera empregos é a industria de produtos ou serviços mesmo que essas indústrias estejam trabalhando para o governo. Esse governo gastou sem se preocupar com o crescimento da economia que paga todos os benefícios sociais e essa matemática tem que fechar para o bem de todos . Até aí , tudo bem, e talvez não esteja trazendo nenhuma novidade mas , finalmente mas não por último , destaco que a principal indignação da sociedade dos R$ 51 milhões que votaran no Aécio é ver o dinheiro dos trabalhadores ( empregadores e empregados) ser saqueado do jeito que está sendo e a mudança do modelo democrático existente para um modelo socialista baseado na Venezuela .
    Quem vai enviar um filho para estudar em uma faculdade na Venezuela, Bolívia, Paraguai, Equador ?

    Parabéns pelo artigo sobre o Bolsa Familia pois contribui cada vez mais para pensarmos a respeito e retornar com nossas observações mas o momento é de alerta . O Brasil que gera riquezas tem que se manifestar sua indignação nas redes sociais para não permitir que o Brazil vire uma Venezuela. Se todos concordam com as minhas observações , MÃOS A OBRA !!!!!

  2. Só faltava um fanático religioso para misturar tudo e não chegar a ponto algum.

  3. Sugiro que leia o livro Vozes do Bolsa Família de autoria da Professora Walquiria Domingues Leão – Unicamp. É um trabalho de campo muito bem elaborado, sem vinculação com matérias tendenciosas.

  4. É uma boa alternativa Robson. Só não sei dizer se teríamos o mesmo efeito. Abs.

  5. Renato Yuzo e Simon Salama, não seria mais interessante se ao invés de dar o dinheiro as pessoas com renda até R$120,00, as mesmas ficassem isentas dos impostos federais? Pois, por exemplo, para além dos pordutos da cesta básica, em um simples chinelo de borracha se paga 31% e em um chuveiro elétrico 48% de impostos.

  6. Felipe calma, você está cometendo os mesmos preconceitos. Mas o que já percebeu, para ser rico é necessário ter pais, casados, que lhe ensinem a nao se separar da mulher, a poupar desde cedo, a cuidar da família.

    A esquerda sempre foi contra a família, Marx, a favor do divórcio, a favor do estado ensinar e não os próprios pais, a não poupar porque a Previdencia por Repartição Socialista faria isto por você.

    E ai vendem a ideia que se pode sair da pobreza para a riqueza em uma única geração. Lamentavelmente a direita está certa. Sem uma estrutura ética e familiar, mesmo que fique rico, em duas gerações voltarão a ser pobres. Daí o termo conservadorismo.

  7. Sim Mario, mas ao gastar esses 120,00, na hora ela pagará os 40%, em média, de impostos…

  8. Já vai tarde… Quem não gosta de pensar ou tem preguiça, este Blog não é recomendado!!!

  9. Os impostos a que se referem Kanitz, são os de consumo. Qualquer consumo. Somente um eremita, morando em um lugar bem distante, não consome. Logo, tudo que esta família, “que não tem renda” consumir, vai ser cobrado imposto!

  10. Quanta imbecilidade! Quem disse que a Bíblia quer dizer alguma coisa? VC tem certeza da besteira que escreveu? Viveu naquela época pra interpretar um fato como um acontecimento bíblico?
    O pior dos catastrofistas são os religiosos e seus elementos radicais…
    Vc só escreveu uma verdade: “o PT aprimorou para que fosse compra de voto e sua manutenção no poder através de um terrorismo aos eleitores, dizendo que se não votar no partido perderá o benefício.”
    O resto, pode jogar no lixo!!!

  11. Felipe andrei, vc até que começou bem, mas não demorou muito para cair no preconceito e no analfabetismo ideológico. Sua visão de comunismo é péssima e absurda. Sua visão de Brasil e brasileiro está carregada de preconceitos tolos e imbecis. É como olhar para uma Favela e achar que todos ali são bandidos e traficantes, sendo que na verdade, é justamente o contrário.
    Mas entendo a sua visão. Quem teve todas as oportunidades, a mamãe pagou o cursinho de inglês, o papai deu o carro pra ir à universidade que custa R$ 5.000,00 por mês, passou boa parte da faculdade “sem trabalhar”, pegando mulher, cheirando, se embebedando nas diversas festinhas e chopadas, e depois de formado ganhou do papai, aquele cursinho no exterior de presente pelo “esforço”. E quando voltou, já tinha um “emprego”, por influência de um político qualquer, amigo da família! E depois, estufa o peito e diz: Eu sou um “Self-made man”…

  12. Adolfo, volte pra escola pra nao passar vergonha!! Impostos de forma igualitária? Em que país vc vive? Assina algum jornal?

  13. Meus caros participantes… espero que a realidade não os ofusque ainda mais… cada brasileiro/brasileira, poderia uma vez por ano receber a pífia de R$1.000.000,00 ( milhão de reais),em sua conta corrente ou outro tipo de conta legal…não acreditam, já espera por essa resposta… para refrescar nossa memoria…os desvios do dinheiro(erário)público, já ultrapassa a cifra dos R$ 200.000.000.000,00 de reais segundo dados fornecidos a poucos dias no programa do Jô, através de um alto funcionário público federal, o qual publicou uma coleção sobre a corrupção… fatos verídicos…pergunta-se: até quando o povo ficará nessa mendiga ideologia e ficar a mercê da corrupção… fomos à rua e reelegemos a nossa insatisfação… onde fica o ponto de equilíbrio da razão… bancamos tudo e a todos os segmentos e inclusive os bolsas família… o aval é nosso… por que reclamas… os corrutos saem de nosso meio… como podemos desejar melhorias se os apoiamos… o que está acontecendo com nossa inteligência… pra reflexão. Que Deus nos abençoe, nos ilumine e nos proteja, pois diante de todos os últimos acontecimentos, só visualizo esta opção ela fé… nosso país e nosso povo estão confusos e completamente perdidos…sinto muito por todos nós. Rezem. Alexandre.

  14. Professor! Depois desse seu artigo, só me resta pedir minha exclusão da sua lista de ‘mailing’

  15. Burrão
    Rico paga sobre lucro real, compra nota e faz a empresa dar prejuízo contábil e não paga nada de imposto.
    Os demais 27,5% de IR , IPI, ICMS e o câncer tributário chamado de ST

  16. Complementando sua resposta. Pessoas de baixa renda utilizam grande parte de sua renda com produtos da cesta básica. Produtos que possuem uma carga tributária muito inferior a 40%.

  17. Façam-me o favor. Ninguém é contra que se ajude os mais necessitados. O nojento é simplesmente dar dinheiro por dar, sem exigir uma contrapartida mínima. Isso não forma cidadãos, apenas vagabundos e currais eleitorais.

    Qual o problema se o governo, ao pagar um benefício social, exigisse que a pessoa fizesse cursos profissionalizantes ou completasse o estudo médio para mante-lo? Que houvesse um tempo para tentar arranjar um emprego, cessando o benefício após consegui-lo? Mas isso não é interessante para o governo, é melhor que o povo receba esta esmola e agradeça aos céus ao PT, ao invés de pensar. Somado ao fato de que o brasileiro, na maioria, é ignorante e vagabundo ; prefere ganhar uma esmola a ter que trabalhar para ganhar mais e subir na vida. Melhorar pra quê, se eu ganho tudo do governo? Entre ganhar R$ 100,00 sem fazer nada ou R$ 700,00 tendo que trabalhar, melhor ficar sem fazer nada mesmo.

    Tem gente que ainda não entendeu o que significa o comunismo no Brasil, e ainda vota nessa escumalha do PT. Comunismo significa: enquanto você se mata trabalhando, estudando, gerando renda e tentando melhorar de vida, sempre terá que levar nas costas uma dúzia de vagabundos que não querem nada com nada.

  18. De forma igualitária? Quem ganha R$ 100,00 paga o mesmo imposto num pão que quem ganha R$ 1.000.000,00.

  19. Você parte do pressuposto que a renda do beneficiado é 100% exposta à carga tributária de 40% (linearidade ao PIB). Premissa falsa

  20. Bolsa Família é a marca da besta? http://wp.me/p1uBiQ-1ZP
    Não obstante os Programas de transferência de renda tiveram seu início no governo de FHC, o PT aprimorou para que fosse compra de voto e sua manutenção no poder através de um terrorismo aos eleitores, dizendo que se não votar no partido perderá o benefício.
    O cadastramento do Bolsa Família tem servido de sinal da besta por este governo, tipologicamente. E todos os demais partidos não se atrevem a falar contra, porque temem perder a eleição, haja visto que este programa se transformou como idolatria. E através do Bolsa Família o PT engana, aterroriza as famílias carentes, manipula os adversários, e pior, se eterniza no poder para completar seu objetivo anticristo contra os cristãos. Isto é, “faz com que todos, pequenos e grandes, ricos e pobres, livres e servos, lhes seja posto um sinal na sua mão direita, ou nas suas testas” (Apocalipse 13:16), ou se dobrem ao Programa como um deus intocável.
    O cadastramento do Bolsa Família é do governo e não do PT, que lembra muito bem este verso, que diz: “para que ninguém possa comprar ou vender, senão aquele que tiver o sinal, ou o nome da besta, ou o número do seu nome” (Apocalipse 13:17). O cartão do Programa pode ser este sinal, espiritualmente, de forma que faz com que o povo cristão adore ou eleja esta besta anticristã.
    continue lendo…

  21. Desculpe Kanitz, mas que visão limitada a respeito desse projeto social que está trazendo mudança para vida de milhares de pessoas (e isso todos os especialistas do Brasil e do mundo reconhecem).

    Os impostos incidem sobre todos, de forma igualitária, uma vez que é por base na porcentagem. O que sustenta essa política social não são os impostos apenas pagos pelos que moram no nordeste de nosso país, mas por todos os cidadãos, independente da faixa salarial dos mesmos.

  22. Há algum tempo, uma pessoa comentou que nossa política eleitoral é um tanto hipócrita, e ao mesmo tempo impede a discussão de “como fazer”, ao invés do somente “o que fazer”. Todos concordamos com “o que fazer”: melhorar educação, erradicar pobreza, aprimorar atendimento à saúde etc. etc. etc. Como os candidatos somente podem ser anunciados em junho/julho do ano em que vai ser realizada a eleição – e como temos eleições a cada dois anos – as pessoas já não conseguem discutir o “como fazer”. Não há tempo hábil para se discutir idéias com profundidade. Nada do que os que desfrutam do poder não desejem que se perpetue assim. As vezes algum deles é atingido, e é obrigado a se manter no ostracismo por algum tempo. Alguns vão definhando aos poucos. Mas como isto explica casos de Malufs, Sarneys, Calheiros e outras oligarquias políticas….
    Não há interesse em se discutir idéias em profundidade para se determinar o “como fazer”.
    Daí a importância das opiniões do sr. Kanitz, e sua postura de não entregar soluções prontas, e de tratar seus escritos como “Artigos para Pensar”. Mesmo que eu não concorde com todas as suas opiniões.
    Tudo o que NÃO se tem, desde 1989 (quando comecei a acompanhar as campanhas com um pouco mais de atenção), são propostas de “como fazer”. E se discutir este “como fazer”.
    É uma discussão de surdos, com preferência para ataques pessoais sobre o passado dos candidatos ou de pessoas que expressam apoio a estas pessoas – raramente um diálogo sobre futuro. Futuro é apenas pretexto.
    E não vi nenhum PARTIDO formal fazer estas discussões. Os que mais próximo disto estão, atualmente, são os partidos de extrema esquerda (PSOL, PSTU, PCO), mas que se utilizam de premissas equivocadas, já demonstrado pelos diversos exemplos mundiais (União Soviética, Coréia do Norte e até mesmo China, veja que maravilha é o interior da China…).

  23. O PSDB está enfiando os pés pelas mãos com essa campanha política deles e com esse sorriso de deboche do Aécio. O que diga-se de passagem é uma pena, pois o que temos de fatos concretos que poderiam ser utilizados para fazer uma campanha real sobre tudo que aconteceu nesses 12 anos de política não seria pouco. Porém, eles preferem continuar com essa campanha pífia.
    E professor a situação para quem não possui nenhuma fonte de renda é um pouco pior ainda. O que tá faltando é a otimização da política social, distribuição dos fatores de maneira condizente, porque, na minha opinião, se ao invés dos 18 reais que são “dados” ocorresse uma redução da carga tributária para as classes que mais necessitam e fosse dado auxílio para os que não possuem renda alguma (auxílio que não se baseia em se dar apenas 18 reais, mas sim benefícios que se apoie e incentive a tal pessoa como se tem em muitos países por ai) seria uma maneira um pouco mais coerente do que esses planos de governo sem pé nem cabeça que somos obrigados a ouvir.

  24. Assumindo que a pessoa ganha esses R$120,00, não e professor?
    Se a família não tem renda então a pessoa recebe um benefício.

Comente

Seu email nao sera publicado.




UA-1184690-14